Existe solução para a crise da água?

Em matéria publicada no site Brasil Engenharia, no dia 19/03/2015 (link aqui), há informações importantes sobre prováveis soluções para a crise hídrica atual em que vivemos.

Todos sabemos que a água é um recurso essencial para a sobrevivência dos seres vivos. Mas a crise hídrica vivenciada atualmente pela região Sudeste do Brasil, e que já castigava o Nordeste há muitos anos, tem deixado a população preocupada e, ao mesmo tempo, pressionado governantes a buscarem alternativas para diminuir os riscos de uma escassez mais grave.

Por isso, o Dia Mundial da Água, 22 de março, visou conscientizar ainda mais a população a respeito desse valioso recurso.

Em muitos lugares, o consumo de água cresce mais rápido do que a disponibilidade de recursos. A redução dos níveis freáticos, o esvaziamento dos leitos dos rios e os reservatórios secos indicam que a situação é alarmante, e a carência de água está cada vez mais presente nas manchetes dos jornais por todo o País.

Mas qual será a solução para uma provável escassez? Pensando nesse cenário, o mercado disponibiliza alguns produtos que podem auxiliar nesta solução: floculantes, coagulantes e anti-incrustantes – especialmente desenvolvidos para o processo de separação sólido/líquido no setor de tratamento de águas residuais industriais e urbanos – que podem contribuir para o reuso e melhor aproveitamento da água em diferentes indústrias, evitando o desperdício.

A tecnologia de membrana de ultrafiltração inge®, um processo usado para tratar a água de processo, águas residuais e água do mar, alcança cerca de 85% de potabilidade.

A ultrafiltração é um processo de separação por membranas, que são uma espécie de barreira feita com alta tecnologia e que permite a passagem seletiva de materiais. Esse processo pode ser utilizado em diversos processos industriais nos mais variados setores da indústria, por exemplo, alimentos, bebidas, têxtil, açucareira, química, entre outras. É também uma ótima alternativa para tratamento de efluentes e reuso de água, contribuindo, dessa forma, para a preservação ambiental.

Segundo Luis Henrique Fronterotta, gerente da unidade de negócio de Soluções para Tratamento de Água da BASF para América do Sul, o tratamento da água pode ser uma excelente solução para evitar problemas maiores no futuro, já que os modelos tradicionais e mais baratos estão levando à escassez desse recurso tão precioso.

Sobre: Rodolfo Pignaton

Formado em Comércio Exterior e Gestão de Sistemas para Internet. Estudante de Engenharia Civil e podcaster.